sexta-feira, 9 de junho de 2017

Época 2016/17 - A lista de Vendas


Esta última lista vai ser mais um exercício de 'wishfull thinking'. Um misto de jogadores que me desiludem e jogadores demasiado caros para o seu rendimento. Aqui fica então a minha lista de vendas por ordem crescente em termos de prioridade:
5º - Felipe
4º - Danilo
3º - Casillas
2º - Maxi
1º - Herrera
 
A primeira opção é polémica por se tratar de um jogador que chegou há um ano. Como acho que esta época Felipe se valorizou acima do seu real valor e dado o facto de ele ter já 28 anos, esta pode ser a última oportunidade para fazer dinheiro com este ativo. É igualmente uma baixa no nosso onze que poderá ser mais simples de suprir.

Já Danilo é um caso diferente. É um jogador que não me transmite qualquer desconfiança, que tem qualidades óbvias e que tem muito mercado. Seria uma boa possibilidade de fazer uma venda por valores elevados e que ajude a cumprir a irreal meta orçada. Além disso, prefiro vender um jogador de 25 anos que já deu boas épocas ao clube, do que um jogador de 20 anos que, por muito que tenha mercado, ainda não deu o que tinha a dar ao clube. Estou a falar de Ruben Neves, como é óbvio...

Por falar em casos diferentes, Casillas. É um jogador que merece ficar no plantel, que é necessário, mas que tem um salário proibitivo para qualquer clube português. É de lembrar que, até agora, pagávamos apenas um terço do seu vencimento. Pensar sequer em aumentar o encargo que temos com este jogador, na situação financeira que acumulámos, seria uma decisão de gestão incompreensível. Foi uma boa oportunidade e foi pena não a termos aproveitado melhor, com títulos.

O salário é também o factor principal para que defenda que Maxi deve ser vendido. Todos conhecemos a maneira entusiasmante de jogar deste jogador. Aos 32 anos, a tendência é para que a intensidade baixe naturalmente. Já o senti esta época. Trata-se igualmente de uma posição em que temos a perspectiva de preencher com um jogador mais jovem, mais barato e melhor, que é o Ricardo Pereira. Há ainda as promessas Fernando Fonseca e Diogo Dalot que poderão ser lançadas já na próxima temporada.

Herrera já deveria ter sido vendido no defeso passado. É um 'patinho feio' para os adeptos e parece que também o é para o mercado.  Parece que ninguém pretende dar pelo jogador o que pretendemos e que imagino que esteja bem acima do ele vale. Nem mesmo o mercado chinês. Por isso não adianta pô-lo a jogar nos últimos jogos da temporada para enganar os compradores. Mais vale fazer um encaixe mais modesto enquanto é possível colocá-lo, visto que a tendência tem sido sempre de desvalorização.

Menção pouco honrosa para Depoitres. Será muito difícil recuperar o investimento feito. Agora é tentar não perder mais ainda. Adrian Lopez é outro jogador em que isso é claro, e nem é bom lembrar que esse problema existe.

11 comentários:

Anónimo disse...

Só queria deixar um desafio à imaginação dos Portistas:

Imaginemos que um funcionário duma Empresa, p ex da SONAE, fazia 2 negócios como Depoitre e Adrien Lopez.

Que faria o Engº Belmiro ?


Fernando Tabuas - Espinho

Anónimo disse...

Imagine que a SAD do F. C. do Porto fazia a OPA que a Sonae fez à PT. O que aconteceria a esses administradores?

Ricardo disse...

Bom dia meus caros,

Lidas todas as análises que aqui foram escritas nos últimos dias, chego à conclusão que o meu Seat deve estar virado para outro relvado que não o do Dragão. Respeitando como é evidente todas as opiniões, é inacreditável como se chega sequer a comparar o Danilo ao Ruben Neves (quanto mais dizer que o Ruben é melhor), aliás TODOS os treinadores que até agora treinaram os dois optaram sempre erradamente (segundo vocês)! Sei bem que o valor de mercado do Ruben deve agora ser inferior do que à dois anos, tem de jogar, é imperativo nesta idade!
Muito provavelmente o Danilo será vendido, porque é um monstro no bom sentido futebolês, mas não ficaria nada admirado que o titular da posição fosse ... Mikel! Acho que o Ruben e quem o treinar deveriam considerar avança-lo no terreno porque um médio defensivo/trinco/pivot defensivo/ o que o Freitas Lobo lhe quiser chamar tem de ter tesão, tem de correr 40 metros para parar um contra-ataque, tem de cerrar os dentes para ir dobrar um lateral, tem de meter o corpo e limpar os Adriens desta vida! O Ruben é demasiado meigo para isto! Pensemos na posição 6 nos anos de mais sucesso do clube e façamos a comparação se se aproximam mais do Danilo ou Ruben?

prata disse...

É difícil contra argumentar porque estamos em ideias de jogo diferentes e assim, temos os dois razão. :)

Esta é uma discussão recorrente e eu já reuni argumentos para horas de discussão. tentando ser breve, eu acho que o FCPorto tem em Ruben uma boa oportunidade de evoluir no futebol, se aproveitar o potencial de um jogador como o Ruben nessa posição. Tu estás à procura de um novo paulo assunção, ministro ou Fernando. E nisso o Danilo tem de ser melhor que o Ruben. E até seria melhor que o Pirlo mas eu prefiro outro tipo de jogador nesta posição.

miguel87 disse...

O Fernando também era um monstro na liga portuguesa, mas lá fora é e será sempre um monstro de banco para qualquer equipa de nivel europeu médio para cima. O Danilo, para mim, será a mesma coisa...

Um "médio defensivo/trinco/pivot defensivo/ o que o Freitas Lobo lhe quiser chamar" não tem de ter tesão, não tem de correr 40 metros para parar um contra-ataque, nem tem de cerrar os dentes para ir dobrar um lateral, se ao invés tiver uma leitura de jogo e posicionamento superiores que lhe permitam ganhar segundas bolas no inicio da transição ofensiva do adversário, coisa que o Ruben tem e faz sempre que joga.
Já quanto ao "tem de meter o corpo e limpar os Adriens desta vida!" ainda me lembro de ver o avançado do Moreirense com 1,75m a ganhar bolas de cabeça ao Danilo em pleno Dragão.

No fundo o Prata resume bem a questão, é uma questão de estilo de jogo, e eu e ele preferimos claramente um estilo Pirlo a um estilo Makelele.

Antonio Silva disse...

Oh Fernando, o problema é que foi o eng. Belmiro a fazer esses negócios, não um funcionário de baixo :)

Anónimo disse...

O grande problema é que Ruben Neves joga com a mesma velocidade e intensidade que Pirlo evidenciava aos 39 anos, enquanto o Danilo é um Desailly dos bons velhos tempos.

miguel87 disse...

Não concordo, com Ruben em campo a velocidade é imensamente superior. Velocidade de execução e circulação de bola.
Mais do que o jogador, é a bola que tem que correr. O Ruben joga sempre a 1, 2 toques, dá velocidade à bola e ao jogo, velocidade essa que faz toda a diferença no futebol actual, onde o aproveitamento do espaço é cada vez mais essencial contra equipas fechadas (90% dos adversários que enfrentamos durante a época).
Nos pés de Danilo a bola adormece e o espaço desaparece.

Anónimo disse...

Concordo a 100% com as vendas. Filipe então, pelos 20M falados, era já...

Ruben, Oliver e Octávio - E a bola ia ser tão mais bem tratada do que tem sido ultimamente no Dragão...

Anónimo disse...

Layun também será um dos que tem de ser vendido...

Anónimo disse...

Se pretendemos um meio campo competitivo, é despachar Ruben, Otávio, Oliver, André André e contratar verdadeiros jogadores para essas posições.