segunda-feira, 12 de junho de 2017

Época 2016/17 - Acabaram os bons rapazes?


Para fechar esta série de artigos, deixámos o melhor para o fim. Este foi um primeiro ano de mandato especialmente mau, para Pinto da Costa e para o FCPorto. Os títulos foram anormalmente poucos, nas várias as modalidades. Esta semana tivemos de levar com mais uma deprimente declaração de Fernando Gomes. É bom saber que ele só fala de ano a ano porque é assustador, sobretudo para portistas que se dão ao trabalho de ler as contas e que conseguem interpretá-las. Ainda bem que só falou após os resultados da oferta, porque este discurso de culpabilização dos treinadores não dá segurança a nenhum investidor. Para ajudar, no dia seguinte saiu a confirmação do que já todos sabíamos sobre o consulado Fernando Gomes na condução financeira do clube: o clube está numa situação financeira descontrolada, pelo menos de acordo com os parâmetros da UEFA. Já parece longínquo mas Antero zarpou no início da época tendo sido substituído pelo Eng. Luís Gonçalves, que me parece ter um perfil bastante diferente. E aqui chegámos ao meu ponto. Apesar de todas as contrariedades directivas e desportivas, há uma atitude diferente perante o estado de coisas no futebol português. Há quem diga que isto tem a ver com a entrada de Luís Gonçalves, mas também há quem me garanta que o homem é um desastre, que não consegue ter foco e que dispara para todos os lados ao mesmo tempo. Sendo assim, vou concentrar o mérito desta ruptura com a 'postura de bons rapazes' em Francisco J. Marques.

O director de comunicação do FCPorto começou por mudar o discurso através da newsletter que criou. Chegámos a apresentar aqui queixas de que não chegava e que se tinha de ir mais longe. Ora, este ano, marcou o fim da postura de 'bons rapazes', pelo menos ao nível da comunicação. Isto começou por funcionar junto dos adeptos mas, muito recentemente passou a acossar os órgãos de comunicação benfiquistas. Querem melhor exemplo de que estão a 'acusar o toque' do que a capa de hoje do jornal A Bola? Foram buscar o Calheiros!!! Ainda agora começou e já estão desesperados? Que se segue? Vão dar mais uns trocos ao Jacinto Paixão ele ler um depoimento, como fizeram na última vez?

Mas o mais escandaloso é que só agora a generalidade da comunicação social ter divulgado amplamente os factos relatados pelo Francisco J. Marques. Ele já tinha divulgado e-mails entre administradores do Benfica a tratar de bilhetes para o presidente da Associação do Árbitros. Já tinha divulgado documentos que comprovavam inequivocamente o apoio a claques ilegais, em 3 momentos diferentes, sempre com documentação nova e antes mesmo do assassinato deste ano, por elementos dessa mesma claque. Desmascarou a presença de Luís Filipe Vieira nas várias listagens de credores de bancos intervencionados, factura a pagar por todos, incluindo portistas, benfiquistas e sportinguistas. Deu até um exemplo de um investimento imobiliário fantasma que foi o destino de um avultado financiamento pela Caixa Geral de Depósitos e que está parado há mais de 3 anos. Semanalmente, foi dando amplitude às queixas dos portistas sobre o escândalo arbitral que se viveu este ano. Mas a primeira vez que 'bateu' foi com a cartilha. Foi ele que divulgou que há jornalistas, ex-jornalistas, professores universitários, deputados e ex-ministros, que se dispõem a um humilhante papel de 'correia de distribuição' da 'voz do dono'. Provou o espírito acrítico com casos concretos e desmascarou os supostos independentes Carlos Janela, Rui Pedro Braz, e que os que chegaram a clamar serem independentes como o Gobern. Foi ou não foi delicioso ver o Gobern a invocar a 5ª emenda em relação à cartilha? Para quem não sabe o que significa, este é um direito básico, que existe no sistema judicial americano, e que dá o direito ao réu e às testemunhas de permanecer em silêncio e evitar assim a auto-incriminação. O homem tinha receio de se auto-incriminar? Sublime! Ora, tentemos entrar na cabeça dos dirigentes benfiquistas e do seu séquito de 'jornalistas': se Francisco J. Marques consegue aceder a um ano inteiro de cartilha e aos destinatários, o que é que ele não andará a guardar? A resposta chegou na terça-feira passada e deverá continuar nas próximas.

Terminemos com uma sempre pertinente citação do grande Pedroto: «Enquanto fomos bons rapazes, fomos sempre comidos!». 

PS: Pode parecer um pormenor mas, para quem anda a aturar a fruta, o café com leite e o calor da noite há anos, a linguagem destes e-mails é poética! Padres, missas, ordenações e primeiro ministro... Muito bom!

PPS: Hoje o Guerra nem arriscou dizer que é mentira. Deu uma amnésia selectiva ao homem dos papeis... Bom de mais!

4 comentários:

Saci Pererê disse...

Não entendo de onde vêm essas informações do Luís Gonçalves.
O que sei é que desde que ele chegou contratámos um jogador muito valioso para a luta pelo título e despachámos jogadores que andavam há anos a arrastar-se nos plantéis do FC Porto e a pesar na folha salarial. Vamos ver o que faz no futuro, para já o treinador que temos esta época, a meu ver é pelo menos muito mais Porto que o que saiu. Também me parece que é mais competente, mas isso só o tempo e os resultados o dirão.

prata disse...

São rumores. É tudo o que temos... Como os rumores são positivos e negativos, damos benefício da dúvida, claro.

António Ferreira disse...

Boa Tarde, Estou a tentar iniciar na net um movimento pela impugnação do campeonato, o prazo legal para o fazer acaba amanhã pelo que se pretenderem ajudar teremos que fazer junto do FCP um forcing para avançar com a impugnação nas próximas 24h.
A virtude maior da impugnação esta no envolvimento imediato da UEFA, pq. ninguém imagina os clubes portugueses a prescindir de participar na CL. e na UL. ora é isso que a UEFA vai impor com a impugnação, assim ficam a FPF e a Liga impossibilitados de continuar a assobiar para o lado e a resolver o assunto em meses e não em anos, alias Eu não acredito que a FPF não esteja envolvida na corrupção por isso ate seria desejável ser a UEFA a decidir e a época 2017/2018 começava com tudo resolvido, repito só temos 24 horas para impugnar espero que o FCP este ciente disto!

António Ferreira disse...

Escreveu Eugenio Queiroz em record a 21 de outubro de 2012

"É extensa a lista de membros da Comissão de Honra da candidatura de Luís Filipe Vieira. Não vou detalhar muito.
Vou apenas referir os seguintes nomes: António Correia de Oliveira, Duarte Oliveira Martins,José Vasconcellos e Sousa, Leonel Sérgio Pinto, Luís Coelho Ribeiro, Luís Óscar Morais, Manuel Jesus Carvalho,Miguel Albuquerque de Lemos, Rui Gomes Girão, José Coelho da Costa, Gonçalo Amaral e Vítor Tavares de Almeida.
Não conhecem? É provável, são todos inspectores ou ex-inspectores da Polícia Judiciária. Um deles até integrou a Equipa Especial do Processo Apito Dourado."

è por isto que a investigação devia ter passado para o ambito supra.nacional e é por isto que não podemos baixar a guarda, força FCP, força Fancisco J. Marques